Teatro em zona de Conflito

 Enviado por Bairros.com

20.07.2010 – 13h28m – O Globo

Vale do Paraíba

Grupo teatral do Vale do Paraíba participa de missão internacional

O Cascudo Douradinho na Praça da República em Quito, em setembro de 2009

Os integrantes do Coletivo Teatral Sala Preta, de Barra Mansa, irão embarcar no próximo dia 29 numa missão de paz internacional. Levando um discurso de preservação ambiental e direitos humanos, o espetáculo “O Cascudo Douradinho em: Amiga Lata, Amigo Rio” irá passar por comunidades localizadas em regiões de conflito armado entre Equador e Colômbia.

Idealizado pela Corporación Humor y Vida, o projeto “Revuelta en la Mitad Del Mundo” reunirá organizações artísticas e sociais vindas da Espanha, Colômbia, Equador e Brasil, representado pelo Coletivo Teatral Sala Preta. Serão 36 dias de viagem, percorrendo as três diferentes regiões da fronteira equatoriana: amazônica, andina e litorânea.

Os atores Rafael Crooz, Danilo Nardelli e Bianco Marques irão passar pelas comunidades de El Palmar, Puerto el Carmen, Lago Agrio, Túlcan, Chical, San Lorenzo e Palma Real, para contar a história de um pequeno peixe cascudo que vivia em um rio poluído. “Falar sobre preservação ambiental numa região como essa é uma forma de falar sobre direitos humanos e relações políticas. E tudo isso se reflete no nosso país, porque os rios Putumayo e San Gabriel, que banham estas comunidades, estão entre os principais afluentes do rio Amazonas”, ressalta Rafael.

Os artistas ainda irão dar oficinas de teatro, música, confecção de bonecos e

Sala Preta visitando a metade do mundo em 2009

recreação, e elaboração de projetos culturais, além de receberem oficinas das culturas locais e participarem de apresentações de espetáculos das próprias comunidades. Para Bianco, um dos integrantes do Coletivo Sala Preta, a viagem é mais do que um intercâmbio cultural, é uma troca de experiências antropológicas. Quem quiser acompanhar os trabalhos do grupo, basta acesssar o site www.salapreta.com.br.

O espetáculo

A história, contada pelo Coletivo Teatral Sala Preta, é de um pequeno peixe cascudo que vivia solitário em rio muito poluído. Um dia, enquanto procurava comida, uma lata de alumínio dourada ficou presa em sua nadadeira, e passou a ser a sua única companheira. Por isso ele recebeu o apelido de Douradinho. Ele e sua lata resolveram nadar contra a corrente a procura de um lugar mais limpo para viver, um paraíso, a nascente do rio. No caminho, eles conhecem a Língua Negra, a Árvore, o Menino e o Afluente. Todos esses personagens explicam ao peixinho as causas da poluição e indicam formas de combatê-la. A viagem do peixe é uma jornada de amadurecimento pelo conhecimento.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: