Sala Preta realiza confraternização cênica nas ruas de Barra Mansa

‘Coletivo Teatral Sala Preta’ realiza confraternização cênica nas ruas de Barra Mansa

A programação conta com cinco espetáculos que serão apresentados dentro da TOMADA URBANA ATO II

Com a finalidade de levar ao Centro de Barra Mansa e bairros carentes o teatro realizado durante os dois anos de sua existência, o ‘Coletivo Teatral Sala Preta’ apresenta a TOMADA URBANA ATO II, uma mostra independente de Teatro de rua que acontece nos próximos dias 6 a 10 de dezembro.

Após realizar sua primeira versão, em 2009, com quatro espetáculos produzidos pelo próprio grupo, o Sala Preta volta a ocupar as praças e largos de Barra Mansa, ampliando suas ações para os bairros Vila Ursulino e Nove de Abril. Em seu repertório, os atores trazem as obras “A Noiva de Gonzagão” e “O Cascudo Douradinho em: Amiga Lata, Amigo Rio”; apresentados no ano passado, além dos espetáculos “As Viúvas de Domingos”; “Prece Cósmica” e “Jackson”, última estreia do coletivo neste ano.

Os espetáculos “A Noiva de Gonzagão” e “O Cascudo Douradinho em: Amiga Lata, Amigo Rio”, integraram a programação da Red Ecuatoriana de Festivales, um importante festival internacional que aconteceu  no Equador, nas cidades de Manta, Guayaquil e na capital Quito, em setembro de 2009. Cerca de um ano depois, em agosto de 2010, estas obras continuaram sua gira internacional participando da ‘Revuelta a la mitad del Mundo: por una cultura de paz’, um projeto da Corporación Humor y Vida, de Quito no Equador. Nesta ocasião, o Coletivo Teatral Sala Preta se apresentou nas cidades de El Palmar, Tulcan e Chical, todas na fronteira equatoriana com a Colômbia.

Todas as peças da mostra são gratuitas, porém, no final de cada apresentação, o grupo irá fazer a tradicional ‘passada de chapéu’, incentivando a cultura do teatro de rua na região. Para acompanhar a programação do Coletivo Teatral Sala Preta, basta acessar o site www.salapreta.com.br.

Serviço:

TOMADA URBANA ATO II

Dia 06 de dezembro – segunda-feira

“A Noiva de Gonzagão”

19h – Vila Ursulino – Rua B, 1063 – próximo a Escola Municipal Elvino Ferreira

20h30 – Nove de Abril – Rua Jandir Luis da Rocha, 284 – próximo a Escola Nove de Abril

Dia 07 de dezembro – terça-feira

“As Viúvas de Domingos”

19h – Vila Ursulino – Rua B, 1063 – próximo a Escola Municipal Elvino Ferreira

20h30 – Nove de Abril – Rua Jandir Luis da Rocha, 284 – próximo a Escola Nove de Abril

Dia 08 de dezembro – quarta-feira

“Jackson”

19h – Vila Ursulino – Rua B, 1063 – próximo a Escola Municipal Elvino Ferreira

20h30 – Nove de Abril – Rua Jandir Luis da Rocha, 284 – próximo a Escola Nove de Abril

Dia 09 de dezembro – quinta-feira

12h30 – “A Noiva de Gonzagão” – Rua Duque de Caxias – Centro

13h – “As Viúvas de Domingos” – Rua Rio Branco – Centro

13h30 – “Jackson” – Praça da Liberdade – Centro

Dia 10 de dezembro – sexta-feira

“O Cascudo Douradinho em: Amiga Lata, Amigo Rio”

10h – Rua Custódio Ferreira Leite (Parque Centenário)

“Prece Cósmica”

17h30 – Rua Rio Branco – Centro

20hPraça da Liberdade – Centro

Sinopses:

“O Cascudo Douradinho em: Amiga Lata, Amigo Rio”

Um pequeno peixe cascudo vivia solitário em rio muito poluído. Um dia, enquanto procurava comida, uma lata de alumínio dourada ficou presa em sua nadadeira, e passou a ser a sua única companheira. Por isso, ele recebeu o apelido de Douradinho. Eles nadam contra a corrente a procura de um paraíso, a nascente do rio. No caminho, eles conhecem personagens que explicam ao peixinho as causas da poluição e indicam formas de combatê-la.

Elenco: Rafael Crooz, Danilo Nardelli e Bianco Marques.

 

“A Noiva de Gonzagão”

“A Noiva de Gonzagão”, que homenageia os 20 anos da morte de Luiz Gonzaga do Nascimento, o rei do baião, é uma curta apresentação que aproxima toda a popularidade do autêntico representante da cultura nordestina com o público. Ao narrarem a história da Noiva Maria, os atores criam uma identificação com a platéia logo de início, convocando o público a cantar grandes sucessos e a conhecer a história de vida do Rei do Baião.

Elenco: Rafael Crooz, Danilo Nardelli, Bianco Marques e Suzana Zanna.

“As Viúvas de Domingos”

O espetáculo conta a história da viuvez de três mulheres apaixonadas pelo seu homem. No desenrolar da apresentação, elas descobrem que enviuvaram do mesmo Vanô, um cabra safado e caçador de dotes.

Elenco: Thiago Delleprane, Nathália Dias Gomes, Jéssica Zelma e Clarissa Anastácio.

 

“Prece Cósmica”

Um espetáculo teatral que aborda a temática bíblica acerca do nascimento do menino Jesus, contada a partir dos personagens masculinos da história. Referenciando-se na vanguarda do rock brasileiro, a peça propoê uma nova leitura das cancções de grupos como Secos e Molhados e Os Doces Bárbaros, que conduzem a narrativa deste Auto de Natal.

Elenco: Bianco Marques, Danilo Nardelli, Fabio Lacerda, Léo José, Thiago Delleprane.

“Jackson”

Baseado na obra “A Pena e a Lei” de Ariano Suassuna, a Sala Preta conta a história e sua trajetória da Paraíba ao Rio de Janeiro. A obra trás para cena personagens de suas músicas como Sebastiana e Joana, além do personagem que inspirou seu nome artístico, o Jack Parry, um mocinho de filmes de faroeste. O ritmo marcante, a pulsação do samba e o gingado desse som brasileiro é a marca forte da história de um dos nomes mais importantes da nossa música.

Elenco: Bia Luz, Pedro Ernesto Du Rocher, Rafael Crooz e Rodrigo Pinho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: