Arquivo

Monthly Archives: Junho 2011

Espetáculos nordestinos embalam Festa Junina do SESC

Sala Preta leva apresentação teatral para programação do evento

 Além de muita quadrilha, cocada, quentão e pé-de-moleque, a tradicional Festa Junina do SESC traz este ano uma novidade: duas apresentações teatrais que irão aproximar ainda mais o público da cultura nordestina. Entrando no clima do mês de junho, o Coletivo Teatral Sala Preta apresenta os espetáculos “A noiva de Gonzagão” e “As Viúvas de Domingos”, nos próximos sábado e domingo, às 20h, na Festa Junina do SESC, em Barra Mansa.

A zabumba e o triângulo dão o tom do espetáculo “A Noiva de Gonzagão”, que abre a programação da noite de São João, no sábado.  Ao narrar a história da noiva Maria e sua paixão pelo compositor nordestino, os atores aproximam toda a popularidade das canções de grande sucesso com o público.

Já “As Viúvas de Domingos”, que será apresentado no domingo, conta a divertida história da viuvez de três mulheres apaixonadas pelo mesmo homem. O espetáculo é inspirado nas canções de Dominguinhos e promete agitar o público com seus sucessos.

Quem quiser acompanhar, a entrada da Festa Junina do SESC é R$ 2,00.

Serviço:

Datas:

“A noiva de Gonzagão”25/6

Hora: 20h

Atores: “A noiva de Gonzagão” – Bianco Marques, Danilo Nardelli, Rafael Crooz e Suzana Zana

“As Viúvas de Domingos”26/6

Hora: 20h

Atores:

“As Viúvas de Domingos” – Clarissa Anastácio, Jéssica Zelma, Nathália Dias Gomes, Thiago Delleprane

Duração: 25min cada

Anúncios

Coletivo Teatral Sala Preta reune artistas e historiadores para o I Seminário do Projeto Nasce uma Cidade 2011

 

O encontro, que acontece no Galpão do Teatro, no Parque da Cidade, terá palestras e debates sobre a história de Barra Mansa

Com o objetivo de realizar uma grande mobilização popular em torno da celebração aos 179 anos da emancipação política do município de Barra Mansa, o Coletivo Teatral Sala Preta, com o apoio da Firjan e do SESI-RJ, dá início ao projeto Nasce uma Cidade 2011. O seminário, que terá palestras ministradas pelo Superintendente de Cultura de Barra Mansa, Luiz Augusto Mury, e pelo Presidente da Academia Barramansense de História, Rozan Silva, acontece no próximo sábado, dia 11, às 15h, no Galpão do Teatro, no Parque da Cidade.

Durante o encontro serão discutidos temas como ‘Arquitetura e Urbanismo, Patrimônio e Memória – Desdobramentos Futuros’ com a professora, arquiteta e urbanista Andrea Auad. Além disso, o professor e Superintendente de Cultura de Barra Mansa, Luiz Augusto Mury irá falar sobre ‘O Poder Público no Processo de Desenvolvimento Cultural Local – Um Reencontro de Identidade’. O Presidente da Academia Barramansense de História, Rozan Silva, também é um dos convidados para ministrar palestra sobre ‘Os Atores da História – Seguimento Históricos, Geográficos, Políticos e Econômicos’. Fechando a programação, o ator e Presidente da Associação Coletivo Teatral Sala Preta, Rafael Crooz, irá falar sobre ‘Patrimônio Imaterial – A Arte como Identidade, Tradições e Memória de um Povo’.

Para Rafael Crooz é importante destacar o potencial de articulação que o projeto propõe. “É uma iniciativa da sociedade civil organizada com um objetivo integrador, que coloca em prática todo o nosso discurso de preservação e busca da sustentabilidade dos coletivos culturais e artistas de nossa cidade”, ressalta.

Em outubro de 2010, o Coletivo Teatral Sala Preta, em parceria com o ECFA – Espaço Cultural Francisco de Assis França, de Volta Redonda, promoveu o espetáculo itinerante “Nasce uma Cidade”. O desfile cívico-cênico, comemorou o aniversário de 178 anos de Barra Mansa, e reuniu cerca de 400 pessoas pelas ruas do município para contar a sua história. “Esperamos poder ampliar o projeto para este ano novamente. Estamos aguardando captação nas leis de incentivo culturais, porque não podemos realizar o espetáculo sem recursos”, finaliza Crooz.

Quem quiser acompanhar, as palestras são gratuitas e o encontro será aberto ao público.