Cerca de 500 artistas celebram aniversário de Barra Mansa pelas ruas da cidade

A cidade conta seus 179 anos de história, nos prédios, ruas, praças e ponte da cidade

No próximo dia 02 de outubro, domingo, a partir das 14h, o Coletivo Teatral Sala Preta, em parceria com o Instituto Dagaz, de Volta Redonda, reúne mais de 500 artistas pelas ruas de Barra Mansa para realizar o espetáculo itinerante “NASCE UMA CIDADE 2011”, em celebração ao aniversário de 179 anos do município.

O Projeto, que teve sua primeira edição em 2010, passa por prédios e ruas históricas onde serão contadas e revividas etapas do desenvolvimento do município, desde a ocupação dos índios Puris e Araris, até a sua constituição como cidade. O processo de montagem foi trabalhado em rede com mais de 30 forças criativas da região, como o Projeto Música nas Escolas, o Coral Vozes de Ouro, da Banda São Sebastião, o Grupo Proscenium, Dança e Magia, Quiproquó Cia. de Teatro, a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, Abadá Capoeira, entre outros.

A encenação começa sob os gritos dos índios, na Praça das Nações Unidas, onde eles anunciam, com tambores, o primeiro confronto. A partir daí, em cada local da cidade se passa um momento da história, que é revivido em ambientes de tradição como Palácio Guapi, Praça do Ano Bom, Igreja Matriz e termina na Fazenda da Posse. Para Rafael Crooz, idealizador do espetáculo, o objetivo é fazer deste ato um grande encontro popular das manifestações culturais que representam, de fato, o que é Barra Mansa e suas atividades produtivas. “A ideia de realizar uma peça que leve o público aos espaços tradicionais da cidade, ajuda os espectadores a verem o que o município verdadeiramente é e resgata a identidade de um povo. E essa identidade está diretamente relacionada com sua cultura”, ressalta. 

Em 2010, o NASCE UMA CIDADE foi contemplado pelo Prêmio Areté, oferecido pela Secretaria de Cidadania Cultural, do Ministério da Cultura. No entanto, o projeto não recebeu o valor do prêmio, de 25 mil reais, o que deixou o grupo desestimulado para produzi-lo novamente. Mas, para este ano, o espetáculo conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Barra Mansa, por meio da Fundação de Cultura do município, que entrou com um aporte ainda maior do que no ano passado. Além disso, o projeto recebeu investimento do Serviço Nacional das Indústrias – SESI/RJ.

Segundo Marcelo Bravo, um dos produtores do espetáculo, o apoio da prefeitura é fundamental, afinal esta é uma data municipal, que comemora a emancipação da cidade. “O prefeito de Barra Mansa, Zé Renato, é um grande entusiasta deste projeto, junto com o Superintendente de Cultura do município, Luiz Augusto Mury. Com isso, à medida que o projeto toma força, a compreensão da importância destas articulações será percebida pela vivência do público, dos participantes, dos investidores”, afirma.

Foram seis meses de ensaios, estudos, produção de cenário e adereços, além das reuniões com os grupos participantes e a produção no Galpão do Teatro do Parque da Cidade, concedido pela Prefeitura de Barra Mansa. O resultado desta grande manifestação cultural pode ser vista pelo público, novamente, de forma mais madura e como uma grande homenagem à cidade e seus espectadores,  cúmplices desta trajetória. O NASCE UMA CIDADE é mais do que apenas um espetáculo, trata-se de um olhar sobre a história, contada e resgatada após mais de um século, por cidadãos, acima de tudo, barramansenses.

SERVIÇO

NASCE UMA CIDADE

Data: 02 de outubro – domingo

Hora: 14h às 18h

Local de início e término: Praça das Nações Unidas e Fazenda da Posse

Sinopse

O projeto NASCE UMA CIDADE celebra oficialmente os 179 anos de emancipação política de Barra Mansa e será realizado por centenas de artistas locais, que contam os passos dos principais personagens da história barramansense de forma itinerante pelas ruas e praças da cidade. A apresentação começa na Praça das Nações Unidas, no bairro Ano Bom, com a batalha dos índios Puris e Coroados e o encontro dos tropeiros com esses primeiros habitantes. Em seguida a ponte Ataúlfo Pinto dos Reis se transformará em um belíssimo sambódromo para homenagear o rio Paraíba do Sul e seus afluentes. Sob o canto das lavadeiras, o espetáculo segue a beira-rio em direção ao Palácio Guapi, onde é encenada a fundação da vila de São Sebastião da Barra Mansa e posteriormente a elevação à cidade.

O espetáculo conta também as três fases econômicas que Barra Mansa passou, a agrária, com o café; a agropecuária, com a produção de leite e a industrial, lembrando todos os homens e mulheres que vieram migrados de terras mineiras e paulistas para ocupar este território em busca de trabalho. Na praça da Igreja Matriz haverá uma homenagem a São Sebastião. O público, conduzido por um ônibus, é convidado a cirandar junto às crianças na Fazenda da Posse, representando a nossa história futura, no marco zero, onde tudo nasceu. Com duração aproximada de 4 horas, o espetáculo é garantia de muita animação e uma boa dose de história!

Advertisements
3 comments
  1. Luciene Martes said:

    Nasce uma cidade e renasce em mim a memória. Eu nasci em Barra Mansa, me descobri atriz fazendo teatro na raça, na rua, nos palcos… Era bem jovem e tinha em mim essa vontade de ser feliz, de ser atriz, de emocionar as pessoas. Sabia que no fim de cada espetáculo teria a minha gratificação: APLAUSOS! Mas até domingo dia 02 de outubro de 2011 (depois de ter assistido ao Nasce uma cidade), eu não me lembrava que era barramansense! Podem acreditar! Eu encenei vários autores, contracenei com vários atores, participei de vários movimentos de artistas( e olha que foram muitos), inclusive aquele para não demolirem a estação, eu estava lá, emocionando o público. Mas domingo eu estava em Barra Mansa como expectadora e pela primeira vez eu prestei atenção na história da minha cidade contada por atores. Eu pude me emocionar com o hino da cidade onde eu nasci! Eu fiz um passeio turistico cultural e uma retomada das minhas raízes. Além disso, eu vi um grupo de pessoas comprometidas com a arte, atores, músicos, cantores, bailarinos, diretores, produtores… Todos fazendo esse espetáculo emocionante, divertido e inesquecível! Obrigada por terem me proporcionado essa grande emoção! APLAUSOS!
    Luciene Martes (Atriz)

    • Coletivo Teatral Sala Preta said:

      Agradecemos o carinho! O Nasce Uma Cidade também é feito por você, que fez parte da história da cidade! Que viveu a cidade! E que viu a história sendo contada!
      Um merda bem alto! Aos gritos!

  2. Anônima penalizada said:

    Vocês têm um trabalho tão bonito, mas o site não acompanha. Tá sempre desatualizado. Fico chateada.

%d bloggers like this: